Cultura e resgate das raízes africanas

No o início de dezembro educadores e colaboradores do CIJ Monteiro Lobato realizaram a formação educativa do mês participando do projeto Territórios Negros da Carris, que tem a proposta de valorizar ainda mais a história da população afro-brasileira em Porto Alegre.

Uma linha de ônibus especial educativa levou o grupo em uma viagem no tempo e na história da cidade.

Foram visitadas regiões historicamente reconhecidas como territórios de ocupação e constituição da população negra: o Largo da Forca (Praça Brigadeiro Sampaio), o Pelourinho (Igreja Nossa Senhora das Dores), o Mercado Público, o Parque da Redenção (Parque Farroupilha), a Colônia Africana (bairros Bom Fim e Rio Branco) e a Ilhota (perto do Centro Municipal de Cultura e da avenida Érico Veríssimo).

O passeio possibilitou a ampliação da compreensão sobre a história da Capital e da importância que o povo afro-brasileiro tem na construção da cidade.

Conhecer esta parte da história trouxe também aos educadores conhecimento para compartilhar com os educandos.

A iniciativa do projeto é da Carris, em parceria com as secretarias municipais de Educação, Turismo, Adjunta do Povo Negro, Procempa e Museu de Porto Alegre Joaquim José Felizardo. Grupos de instituições de ensino e comunidade podem participar, basta realizar inscrição através do e-mail territorios.negros@carris.com.br. O passeio é gratuito e dura cerca de três horas.

Monteiro Lobato